Situada em Santa Comba Dão, na Quinta do Coladinho, a vinha plantada no início da década de 90 abrange cerca de 2 hectares num lugar que revela um sentido e características muito próprias. O solo granítico-arenoso é típico da região. O clima marcado pelas cadeias montanhosas da Estrela, Caramulo e Lousã, que a circundam, é também influenciado pela proximidade à albufeira e barragem da Aguieira. A humidade provocada pelas neblinas matinais proporciona maturações equilibradas e lentas conseguindo-se assim um vinho muito concentrado em taninos e fruta.

Trabalhando com a natureza, com a sua imprevisibilidade e com os consequentes efeitos sobre a vinha, ano após ano, independentemente das condições meteorológicas, empenhamo-nos em criar colheitas com a menor intervenção humana possível. A preocupação em preservar o meio ambiente levou a optar pelo Modo de Produção Integrada, regime rigoroso e exigente que limita o tipo de produtos para tratamentos da vinha.

Roseiras Pantera Negra, cuja flor aveludada tem a cor dos grandes tintos, foram plantadas nos extremos das linhas criando um quadro de grande beleza e simbolizando o verdadeiro espírito com que nos dedicamos à produção de vinhos, paixão. As roseiras desempenham também a função de alertar para o aparecimento de doenças da videira de origem fúngica, em especial o míldio, que se manifestam primeiramente na roseira.

Produzido a partir das quatro castas nobres da região, Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Alfrocheiro e Jaen, no Primado sobressai a Touriga Nacional, a casta portuguesa de referência originária do Dão, região esta onde revela toda a sua plenitude.

Vinhos